Buscar
  • Fernanda Pereira Altoé

Sobre a reabertura das escolas em Belo Horizonte.

Mais de 200 dias de escolas fechadas! Nesse momento, essa situação ultrapassa o aspecto da saudade, e passa a ser fator de preocupação para pais, educadores, psicólogos e pediatras.


Até o momento não se vê planejamento para a retomada das aulas, não se sabe se qualquer decisão baseia-se em dados ou evidências.



Qual apoio nossas famílias estão recebendo para exercer seu papel de responsáveis por crianças e adolescentes? Por mais vulnerabilidades que muitos estejam enfrentando no momento, de saúde ou econômicas, vale lembrar que muitas famílias não têm o básico para viver. Como esperar delas um ambiente saudável?


Quais instrumentos estão sendo testados ou implementados para lidar com os diversos problemas advindos do fechamento das escolas? Quais metas foram traçadas e quais resultados se esperam?


O processo de retomada exige políticas intersetoriais, mas cadê o diálogo?


Nas creches, o cancelamento chega a 95%, na pré escola 56%, no ensino superior ultrapassa 50%.


25% das escolas infantis encerraram suas atividades.


Desemprego, saúde mental, evasão escolar, o sistema público vai absorver esse público?


Liberdade! Sim ao direito de frequentar escolas, presencialmente, para quem quer e pode.

72 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo